500 vagas para analista do INSS 2013

Posted on

Concurso INSS 2013 cargo analistaO Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já avalia as propostas das entidades interessadas em organizador o concurso do INSS 2013 de analista do seguro social. A escolha caberá ao presidente do instituto, Lindolfo Neto de Oliveira Sales, que poderá emitir a sua decisão ainda este mês. O concurso público terá oferta de 500 vagas, com exigência de nível superior, em diversas áreas de formação – o INSS ainda não informou quais serão as contempladas. Os rendimentos são de R$6.813,25, incluindo R$4.511 de Gratificação de Desempenho de Atividades do Seguro Social (GDASS), R$1.187,27 de Gratificação de Atividade Executiva (GAE), R$742,02 de vencimento básico e R$373 de auxílio-alimentação.

APOSTILAS DO CONCURSO INSS INSS – Instituto Nacional do Seguro Social
ANALISTA DO SEGURO SOCIAL – VOLUME II
ANALISTA DO SEGURO SOCIAL – VOLUME I
ANALISTA DO SEGURO SOCIAL

De acordo com o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, o edital do concurso será divulgado até meados de maio. Essa informação foi dada no último dia 11, durante a inauguração de uma nova agência, no município de Alto Alegre, em Roraima. Na ocasião, ele confirmou que a distribuição das 500 vagas terá como referência o Plano de Expansão da Rede de Atendimento (PEX), que prevê a construção de 720 agências até o final de 2014, em municípios com mais de 20 mil habitantes. Até o momento, apenas 222 já estão funcionando, e o objetivo do plano é facilitar o acesso aos benefícios previdenciários dos segurados que moram distante dos grandes centros. Em 2008, o Cespe/UnB organizou o último concurso público do INSS para analista do seguro social, que constou de 150 questões objetivas, 50 delas sobre Conhecimentos Básicos (Português, Atualidades, Raciocínio e Noções de Informática), 30 de Complementares (Ética no Serviço Público, noções de Direito Previdenciário, Administrativo e Constitucional) e 70 sobre Específicos. Quem se candidatou à função de analista, na especialidade de Direito, respondeu apenas perguntas sobre Conhecimentos Básicos (70) e Específicos (80). Foram aprovados os candidatos que conseguiram, pelo menos, dez pontos nas disciplinas básicas, seis nas complementares e 18 nas específicas, além de 45 no conjunto da avaliação. No caso dos analistas, na especialidade de Direito, foi preciso obter, no mínimo, 14 pontos em Conhecimentos Básicos, 20 nos Específicos e 45 no conjunto do exame.

Fonte: Folha Dirigida

Link Quebrado?