Concurso ANVISA – Saiba como foi o dia da aplicação das provas

Posted on

concurso-anvisa-dia-de-prova

Concurso ANVISA – Problemas na aplicação das provas

As provas do concurso para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foram aplicadas na manhã deste domingo, 2, em todo o país,e, houve confusão em diversos estados. Em Brasília, alguns candidatos que fariam a prova na Universidade Paulista (Unip) não receberam as provas e outros abandonaram o concurso no meio de toda confusão. A candidata Vanessa Oliveira relata a situação.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

“Fiz a prova na Unip e por volta das 8h25 as provas ainda não havia sido entregues, somente começamos a fazer às 8h35. Quando deu 9h, alguns candidatos começaram a gritar que o concurso havia sido cancelado, mas os fiscais da minha sala ainda não sabiam de nada. Com o tempo, cada vez mais candidatos passavam gritando e batendo nas paredes, falando que os cadernos de prova tinham sumido e eles não tinham provas. Na minha sala, as pessoas continuaram a fazer a prova, até que uma das candidatas foi ao banheiro e percebeu que todo mundo estava deixando o prédio com o caderno de prova. Os candidatos que estavam na minha sala também decidiram se retirar. Candidatos relataram que os fiscais tentaram repassar a prova dos faltosos para os presentes que estavam se o caderno de questão. Gerou-se um boato de malotes sem lacres”, diz. Para a candidata, o que ocorreu foi um grande absurdo. “A organização foi terrível, a Cetro Concursos faltou com respeito com os candidatos que estavam estudando meses em busca de um objetivo”, declara. Alguns candidatos que disputam vagas para técnico em regulação e vigilância, de nível médio, deveriam realizar uma prova com 80 questões, mas o cartão de resposta continha apenas 60 questões. Esse problema foi relatado tanto em Brasília, como na cidade de Maceió, capital de Alagoas.

Provas concurso ANVISA no Rio de Janeiro

Reportagem de Filipe Fernandes

Por conta do amistoso entre Brasil e Inglaterra, que irá na tarde deste domingo, 2, a Cetro Concurso, responsável pela organização da seleção da Anvisa, transferiu os candidatos que realizariam provas no Cefet-RJ, na avenida Maracanã, para o Colégio Estadual Vicente Jannuzzi, na Barra da Tijuca, 26 Km distantes. Porém, uma falha de comunicação prejudicou alguns candidatos, que se dirigiram para o local que constava no cartão de confirmação de inscrição. A alteração foi publicada pela Cetro Concursos na última quarta-feira, 29, no edital de convocação. Segundo os candidatos que se dirigiram ao Cefet-RJ, não houve tempo hábil para a mudança. A organizadora disponibilizou três ônibus para transportar os candidatos para o local correto. Os ônibus saíram em direção ao novo local de provas às 8h50. Com isso, os candidatos que esperavam no Colégio Jannuzzi se revoltaram com o atraso, o que gerou um grande tumulto. A nutricionista Laila Corrêa concorre o cargo de analista administrativo e estava no veículo cedido pela Cetro, informou a FOLHA DIRIGIDA que quando chegou ao local foi impedida de descer do ônibus para sua segurança e se deparou com um motim muito grande, para o qual foi necessária até a intervenção da Polícia Militar para conter os candidatos que gritavam exigindo a anulação das provas. Com a demora, algumas pessoas desistiram. É o caso do casal Felipe e Isaura Reis, ambos da área da Odontologia e aspirantes ao cargo de especialista em regulação e vigilância sanitária. Para Isaura, esse será um aniversário inesquecível. “Hoje é meu aniversário, não esperava passar por um episódio desses. Estou há seis meses fazendo curso preparatório e acontece isso. É uma falta de respeito”, declara. A FOLHA DIRIGIDA tentou por diversas vezes entrar em contato com a assessoria de imprensa da organizadora, mas não obteve resposta. Os atendentes da Cetro apenas afirmaram que estavam cientes e tentando solucionar os problemas. A Anvisa diz que concurso no Rio de Janeiro está mantido e uma comissão especial analisará problemas causados por transferência de local de prova.

Concurso ANVISA

O concurso da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é destinado a preencher 314 vagas para os cargos de especialista em regulação e vigilância sanitária, analista administrativo, técnico em regulação e vigilância sanitária e técnico administrativo. As provas objetivas e discursivas foram aplicadas nas cidades de Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Boa Vista, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Palmas, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São Paulo, Teresina, Vitória. Os salários vão de R$ 4.760,18 a R$ 10.019,20. Todas as vagas são para Brasília.

Fonte: Folha Dirigida

Link Quebrado?