Concurso Banco Central – Distribuição das vagas será definida até final de junho

Posted on

image|concurso-banco-central-distribuicao-vagas

Concurso Banco Central (BC) – distribuição das vagas

O Banco Central (BC) informou na última segunda-feira, dia 3, por meio da sua Assessoria de Imprensa, que deverá ser concluído apenas no fim de junho o processo de remoção interna de servidores, que influenciará diretamente na distribuição das vagas do concurso para o Banco Central (BC) para 515 vagas de técnico, analista e procurador, com remuneração inicial de até R$16 mil. Inicialmente, a previsão era que o procedimento fosse concluído até o fim de maio. Com a nova previsão, a distribuição das vagas deverá ser definida somente a partir do próximo mês.

Apesar disso, não há informações de que o atraso vá impactar na divulgação do edital, que está prevista para o fim de julho, segundo o chefe-adjunto do Departamento de Gestão de Pessoas do BC, Delor Moreira. A expectativa é que nos próximos dias seja escolhida a instituição que ficará responsável por organizar o concurso, o que também era esperado para maio.Serão oferecidas 100 para técnico, de nível médio, com remuneração inicial de R$5.531,23, 400 para analista, de nível superior, com iniciais de R$13.968,85, e 15 para procurador, também de nível superior (bacharelado em Direito e pelo menos dois anos de prática forense), com ganhos de R$16.092,13 no início da carreira.

Regime trabalhista dos aprovados no concurso do Banco Central (BC)

Em todos os casos, as contratações serão pelo regime estatutário (estabilidade), com os concursados fazendo jus a benefícios, como plano de saúde (com coparticipação) e auxílio-alimentação, de R$373, já incluído nas remunerações informadas. A carga de trabalho é de 40 horas semanais.Somente após o processo de remoção interna, o BC poderá definir a distribuição das vagas pelas dez capitais onde possui unidades (Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Recife, Fortaleza e Belém). Segundo Delor, do Depes, até lá, só é possível garantir Brasília como destino dos aprovados no concurso. Para o diretor do Sindicato Nacional dos Servidores do banco (Sinal), Sérgio Belsito, no entanto, há indícios de que haverá vagas em pelo menos nove das dez capitais, havendo dúvida apenas com relação a Belo Horizonte.

Concurso para o Banco Central anterior

Para técnico e analista, sendo mantidas as etapas do último concurso (aberto em 2009), a seleção será composta por provas objetivas, prova discursiva (apenas para analista), avaliação de títulos (dependendo da área de atuação), sindicância de vida pregressa e programa de capacitação. No caso de procurador, já foi definido que haverá prova objetiva, três provas discursivas, prova oral e avaliação de títulos, sindicância de vida pregressa e curso de formação.Segundo Delor Moreira, as provas estão previstas para setembro, a princípio. Para procurador, elas serão aplicadas ao menos nas dez capitais onde o BC está presente. O mesmo ainda não foi confirmado para técnico e analista. De acordo com o diretor de Administração do BC, Altamir Lopes, a expectativa do banco é contar com os novos servidores no início de 2014.

Fonte: FolhaDirigida



Link Quebrado?