Concurso INSS 2011 – Confirmado!

Posted on
Concurso-Publico-INSS-2011

Concurso INSS 2011

Diante dos insistentes apelos do ministro da Previdência, Garibaldi Alves, ao Ministério do Planejamento, finalmente está definido que o concurso para técnico do INSS será realizado ainda este ano, como uma das exceções admitidas para áreas consideradas prioritárias pelo governo federal, entre as quais está o atendimento nos postos do INSS.
Livro Direito Previdênciário
Esta informação foi colhida pela FOLHA DIRIGIDA junto à Assessoria de Comunicação do Ministério da Previdência, que confirmou a realização do encontro entre os dois ministros (Garibaldi Alves, da Previdência, e Miriam Belchior, do Planejamento) até o dia 15 de maio, adiantando, entretanto, que já foi estabelecido um pré-acordo garantindo a realização do concurso.
A assessoria não quis adiantar o total de vagas que será oferecido, nem a data provável da liberação do edital, limitando-se a afirmar que a única informação disponível é de que o concurso será mesmo realizado este ano, como tem sido a pretensão do ministro Garibaldi Alves, que se mostra preocupado com a implementação de novas agências (estão previstas 720 novas agências) para ampliar a rede de atendimento aos usuários do INSS. Segundo a assessoria do ministro, esta preocupação está alinhada com a diretriz do governo federal de melhorar esse nível de atendimento.
Baixe já :

Apostila INSS 2011

Vídeo-Aulas de Direito Previdênciário

Histórico – Como se sabe, o concurso está em pauta desde o final do ano passado e a previsão inicial era de 2 mil vagas. O planejamento inicial contemplava a realização de vários concursos periódicos, pois o levantamento apresentado pelo Ministério da Previdência apontava um déficit de 10 mil servidores.
Entretanto, logo após a posse da presidente Dilma Rousseff, o governo federal anunciou a suspensão temporária dos concursos públicos para os órgãos da administração direta, sob pressão dos gastos públicos e diante da necessidade de reduzir o déficit orçamentário.
Na mesma época em que foi anunciada a suspensão dos concursos federais, o Ministério do Planejamento admitiu o estudo de caso a caso, se houvesse necessidade premente de contratação de pessoal em alguns setores considerados prioritários como, por exemplo, o próprio INSS, a Polícia Federal, Receita Federal entre outros.
Fonte: Folha Dirigida

Por favor, caso tenha algum link quebrado(destino diferente ao desejado ou inexistente), favor acesse nossos Termos de Uso e preencha o formulário no final da página.